Como a calvície pode afeitar o psicológico humano

Talvez você já tenha percebido, e saiba que não é impressão sua, mas a quantidade de pessoas com calvície está mesmo aumentando,

A perda acentuada de cabelos, diferentemente do que se pensa, não tem a ver apenas com o avanço da idade, não! Estudos mostram que cerca de 10% das pessoas que sofrem com o problema costumam apresentar um início ainda antes dos 20 anos de idade.

Além disso, de 20% a 30% dos casos ocorre com homens entre os 20 e 30 anos de idade. Já o restante, de 60% a 70% acontece com homens que apresentam mais de 40 anos de idade.

Vale lembrar também que, embora esses números estejam tratando do público masculino, a calvície é um problema que também afeta as mulheres.

Impactos psicológicos da calvície

Não são poucos os relatos de pessoas que acabam evitando o convívio social e se privando de ir a determinados locais pelo simples fato deter vergonha do problema ou por medo de virar motivo de piada.

O inegável é que o problema realmente causa um grande desconforto com a própria aparência, o que acaba afetando a autoestima de uma forma muito profunda.

Alguns homens sofrem tanto com o problema e tem sua autoestima tão abalada que até optam por não se relacionarem mais com outras pessoas, mudando de forma significativa o seu estilo de vida por causa da queda de cabelos.

Já em outros casos, o fato de não aceitar a queda de cabelo, faz com que o homem passe a procurar tratamentos variados que nem sempre oferecem um bom resultado, podendo ter consequências graves para a saúde do indivíduo, com exceção dos medicamentos naturais como o HL BLOCKER que realmente ajudam e não tem nenhum efeito colateral.

Como consequência, além de problemas de saúde, isso ainda pode agravar um quadro de ansiedade e até desencadear uma depressão.

O fato é que existe uma associação direta entre beleza e cabelos, bem como com sensualidade e juventude. Justamente por isso que a queda de cabelos pode surtir um impacto tão negativo na vida de alguém.

Assim, a pessoa passa a se sentir menos atraente, menos sensual, acha sua aparência mais envelhecida e toda sua segurança pessoal vai embora.

O mais importante é aliar tratamentos dermatológicos com os terapêuticos, para resolver os dois problemas em conjunto e ter melhores resultados para a vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *